script async>(function(w, d) { w.CollectId = "5da4d73afdafc775be79501b"; var h = d.head || d.getElementsByTagName("head")[0]; var s = d.createElement("script"); s.setAttribute("type", "text/javascript"); s.setAttribute("src", "https://collectcdn.com/launcher.js"); h.appendChild(s); })(window, document);

O Digital Morning fez apresentações focadas em novas tecnologias, rumos do setor e importância da reputação das empresas para as imobiliárias da Grande São Paulo

Em linha com a necessidade do mercado imobiliário de buscar novas soluções para atrair e conquistar clientes, a Unioncorp e a OLX realizaram, no dia 11 de junho, o Digital Morning, reunindo imobiliárias de toda a Grande São Paulo, na sede da OLX, para palestras focadas em tecnologia, rumos do mercado imobiliário, jornada de compra e relacionamento com o cliente.

Maria Cristina Caldeira, CEO da Unioncorp, destacou a importância da iniciativa. “O mercado imobiliário vem mudando profundamente nos últimos anos, com novas formas de conquistar o cliente e aplicação de tecnologias que reduzem a burocracia e auxiliam os corretores a buscar melhores resultados. É preciso que as imobiliárias trilhem este caminho e transformem o setor. Por isso, acreditamos que eventos como este criam oportunidades valiosas de aproximar os profissionais da área para a troca de informações e fomentar debates”, destaca, lembrando que o encontro faz parte do projeto ​Union Day​ e novas datas já estão em planejamento.

A OLX, um dos principais motores de vendas online do País, mostrou o trabalho que a empresa vem desenvolvendo junto às imobiliárias “A OLX é uma plataforma democrática que aproxima pessoas interessadas em realizar negócios em diversos segmentos. Para nós, as imobiliárias são consultores essenciais no processo de locação e para um atendimento de qualidade. Um público muito importante e queremos cada vez mais trabalhar em conjunto. Reforçamos que este é o primeiro evento de uma série que pretendemos realizar para dar ainda mais suporte a este mercado”, afirma Rafael Nader, Head de Vendas para o mercado imobiliário na empresa.

Sintonia, mercado e reputação

Marcelo Dadian, diretor de Imóveis da OLX, iniciou o ciclo de palestras com uma provocação ao mercado: ‘É o fim da intermediação imobiliária?”. Segundo o próprio diretor, a resposta é não. Porém, o trabalho do corretor, como é realizado hoje, deve sim ficar obsoleto. Dadian afirmou que a nova jornada de compra do cliente, que utiliza as diversas tecnologias da plataforma para pesquisar antes de fechar uma compra, vem indicando a necessidade do mercado imobiliário de se atualizar. “É preciso quebrar algumas barreiras, focar no consumidor e buscar afinidade entre ele o corretor. Temos que fazer diferente, com tecnologia e mais eficiência”, destacou o executivo.

Dadian também citou diversas ações práticas que os corretores podem criar para gerar mais sintonia com o cliente, em linha com o conceito de “Rapport”, em que a empatia entre as partes pode ser uma alavanca poderosa para o fechamento de negócios. “Um atendimento realizado em até cinco minutos pode aumentar as chances de conversão em mais de 100 vezes. Respondam rápido, com foco e sintonia com o cliente que vocês vão marcar um golaço”, resumiu ele.

CEO da Unioncorp Corretora de Seguros, Maria Cristina Caldeira, conhece como poucos o mercado imobiliário e fez um balanço sobre locação. “O mercado mudou e não tem mais volta, vale a pena apostar em locação? Muitos aqui sabem que sim, pois nesses quase cinco anos de crise foi a administração de imóveis que propiciou a muitas imobiliárias cobrirem seus custos fixos. Há motivos para acreditarmos na importância da mudança de mentalidade do profissional do mercado imobiliário e que este será um modelo ainda mais rentável no futuro devido ao novo comportamento do consumidor, que agora prefere morar mais perto do trabalho e não dá mais tanto valor à aquisição de propriedade”, afirmou a executiva, que apontou a necessidade de um posicionamento diferenciado do profissional da área, mais ativo e alinhado aos interesses do consumidor, mais exigente do que nunca, utilizando o apoio de ferramentas tecnológicas, como o marketing digital, essencial para gerar novos leads.

A executiva também apontou a necessidade de utilizar novas tecnologias para diminuição da burocracia, a exemplo da assinatura digital de documentos. Na visão da CEO, é fundamental a valorização do trabalho das administradoras de imóveis e sua aproximação com os clientes, tanto o proprietário quanto o inquilino, e cultivar uma relação de confiança e encantamento com eles. “O mercado de garantias imobiliárias já evoluiu e o seguro fiança hoje é uma das ferramentas que atende aos anseios de segurança para o proprietário e, do lado do inquilino, agilidade na aprovação e custos que cabem no bolso”, acrescentou Caldeia.

Como a reputação da empresa pode afetar os negócios?
Gisele Paula, sócia e diretora Comercial do portal Reclame Aqui, foi convidada para o evento para falar sobre a necessidade de transparência das empresas para ganhar a confiança do cliente. “Os clientes chegam por diversos canais, mas ficam por um motivo: pessoas. Hoje, somos avaliados o tempo todo, o que chamamos de ‘Economia de Reputação’. No Reclame Aqui, das 700 mil pessoas que acessam o portal diariamente, apenas 35% tem algum problema com a marca. O restante, 65%, entram para pesquisar”, afirma a executiva, que reforçou a necessidade de construir confiança com o cliente. “Quando você recebe um e-mail de promoção, entra na loja virtual e vê que não é bem aquilo que foi anunciado já há uma quebra de confiança”, afirma ela.

Para mostrar a força do ambiente online como ponto de pesquisa para compras, a executiva contou o caso de uma montadora de veículos que tinha mais de 400 mil acessos no seu cadastro e, dentro de uma pesquisa interna, o Reclame Aqui descobriu que mais da metade desses usuários pretendiam trocar de carro, em até um mês, e estavam utilizando a plataforma para levantar reclamações recorrentes e decidir sua compra. “Hoje em dia, não tem mais como se esconder, o melhor é ser transparente e assertivo, resolver com rapidez o problema do cliente. Sua empresa é tão boa quanto o seu último atendimento”, explicou.

Clientes da Unioncorp presentes no evento, executivos do setor imobiliário viram com bons olhos a iniciativa do Digital Morning. “É interessante nos colocarmos no lugar do cliente, ouvir quem trabalha diretamente com reclamações, como funciona seu processo para contratação de um serviço e como ele quer ser atendido. Além disso, também vamos estudar parcerias com a OLX que podem nos trazer um novo universo de clientes”, afirmou Pedro Antacli, sócio da imobiliária Neo4.

Para Gabriel Silva, da Contêm Soluções Imobiliárias, o momento é de buscar mais qualidade no atendimento. “Estamos investindo em fotografias 360° e fotógrafos profissionais para nossos imóveis, além de tecnologias como assinatura digital de documentos. O objetivo é sempre trazer novas soluções sem eliminar o elemento humano, fundamental no nosso negócio”, destaca. Este é o mesmo pensamento de Liliane Santos, da Wand Imóveis, localizada na Zona Norte de São Paulo, que investiu em novas formas de contatar o cliente para ganhar agilidade. “Hoje contamos com app, site mobile e atendimento via Whatsapp, que foi uma forma muito bem aceita por nossos clientes e torna o dia-a-dia mais rápido. Também estamos estudando a assinatura digital de documentos e novos processos tecnológicos”, explica a empresária.