Close

22 de agosto de 2018

DocuSign promete agilizar assinatura de contratos e deixar o papel no passado com toda a segurança 

Quanto tempo uma imobiliária leva entre a negociação do contrato de locação, o processo de colheita das assinaturas, até a efetiva entrega das chaves? Quatro dias? Três, na melhor das hipóteses? Para 82% dos clientes da DocuSign, empresa de assinatura eletrônica, este tempo caiu para até 24 horas. O ganho de tempo, conforme explicou Diego Martins, diretor da empresa, se dá pelo sistema inovador que permite que locatários, fiadores, testemunhas e proprietários assinem contratos de locação e de fiança em qualquer lugar e a qualquer tempo, desde que tenham à disposição um computador com acesso à internet ou smartphone. O que, convenhamos, já faz parte da rotina da maioria das pessoas. “Hoje, os contratos já nascem eletrônicos. Todos escrevem no computador, para depois imprimirem e enviarem para as partes assinarem e reconhecerem firma. Nossa ideia é disseminar na América Latina algo que já é realidade nos EUA, um processo totalmente digital, rápido e seguro de ponta a ponta”, explicou Diego.  

A apresentação aconteceu na edição de agosto do Union Day, evento realizado no dia 15/08 na Unioncorp Corretora de Seguros para mais de 30 representantes das principais imobiliárias da grande São Paulo. “Nossa proposta é reunir o mercado em torno de iniciativas de inovação que levem todos ao crescimento. Precisamos, cada vez mais, estar com os dois pés no século 21”, afirma Maria Cristina Caldeira, diretora Técnica da Unioncorp.  

Fundada para o mercado imobiliário 

Fundada como uma startup do Vale do Silício, nos EUA, a DocuSign nasceu exatamente com a proposta de agilizar a celebração dos contratos de locação. “O fundador da empresa teve a ideia de criar a DocuSign ao ver sua esposa trabalhar como corretora de imóveis. Ao ver o tamanho da pilha de papéis que ela tinha para assinar com os clientes,  ele pensou que poderia haver uma solução melhor para aquilo”, conta Diego. A partir daí, a ideia se tornou projeto, ganhou grandes investidores como Google e Microsoft e hoje tem a proposta ambiciosa de “matar o papel” em todo mercado em que chega, ideia abraçada por mais de 400 mil clientes em todo o mundo. “É um sistema feito para o corretor. Tem que ser simples, por isso apostamos na usabilidade, na experiência do cliente”, afirma o diretor. 

No Brasil, a empresa já conta com grandes clientes em diversos setores de atividades, de grandes seguradoras à bancos de investimentos, além – é claro – de imobiliárias. Atualmente, 300 administradoras de imóveis já contam com o sistema. A Rede Gestão, localizada na região do Tatuapé, Zona Leste de São Paulo, é uma delas.  “Nunca tivemos nenhuma experiência negativa, ao contrário. Já tínhamos há algum tempo o projeto de acabar com nosso arquivo físico e agora conseguimos eliminar os contratos em papel. Hoje, contando com a agilidade da Unioncorp no envio das cotações e contratos do seguro e a velocidade das assinaturas com a DocuSign, dependendo do caso, conseguimos entregar chaves de um imóvel em até dois dias”, conta Sandra Aleixo, sócia-diretora da empresa. 

Facilidade e segurança 

Ao longo do evento, o diretor da DocuSign demonstrou a facilidade de utilização do sistema enviando um contrato teste para que alguns corretores pudessem assinar e tirou dúvidas dos presentes. Algo que preocupava a muitos diz respeito à validade jurídica da assinatura eletrônica, mas Diego foi enfático em relação à isso. “Desde 2001 a Lei brasileira dá suporte para a assinatura eletrônica e o nosso sistema permite saber, por exemplo, o local por GPS onde foi assinado, o IP do computador ou celular e qual o E-mail que recebeu. Todos esses detalhes podem ser utilizados como prova em um caso extremo de um processo judicial”, afirmou.  O site da companhia também traz toda uma área explicando como a questão da legislação é tratada pela empresa, acesse para conhecer: https://www.docusign.com.br/legislacao 

Sérgio Gamba Jr, diretor da Unioncorp, também aproveitou para lembrar que a assinatura eletrônica é um facilitador, mas que as imobiliárias precisam sempre cuidar dos seus processos. “As fraudes acontecem também em documentos assinados em papel. Conhecer e verificar quem são seus locatários e fiadores é fundamental para todo o processo correr sem sustos”, pontuou. 

 

Gostou? Curta e compartilhe esse post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial

Curtiu o post? Compartilhe!

  • RSS
  • Facebook
  • Google+
    https://www.unioncorp.com.br/docusign-promete-agilizar-assinatura-de-contratos-e-deixar-o-papel-no-passado-com-toda-a-seguranca">
  • Twitter
  • LinkedIn